Binance promete fundo de recuperação de criptomoedas, pede regulamentação do setor - 14/11/2022

Foxconn pede indicações aos trabalhadores para reorganizar equipes na China – 30/11/2022

Tecnologia

XANGAI (Reuters) – A Foxconn, fabricante terceirizada da Apple, ofereceu aos funcionários na quarta-feira um prêmio de mil iuanes (141,11 dólares) para indicações de pessoas para trabalhar em sua fábrica na cidade de Zhengzhou, na China, enquanto tenta repor o número de funcionários defasados após recentes protestos.

A oferta foi feita na conta WeChat pertencente à equipe de recrutamento da fábrica, que disse que os trabalhadores receberiam 500 iuanes se a pessoa permanecesse por 15 dias e outros 500 iuanes se chegassem a um mês. Normalmente, um funcionário da Foxconn ganha entre 3 mil e 4 mil iuanes por mês.

A crise entre a empresa e os trabalhadores pode cortar a produção para novembro na fábrica que empregava mais de 200 mil pessoas antes dos distúrbios, em pelo menos 30%, disse uma fonte da Foxconn à Reuters na quinta-feira.

A Foxconn já aumentou os bônus para os trabalhadores existentes e está oferecendo pacotes salariais mais altos para novos trabalhadores.

Na terça-feira, a empresa também fez um apelo aos trabalhadores que partiram para retornar, dizendo que as operações e a vida da fábrica estavam voltando ao normal à medida que a situação da Covid-19 melhorava, de acordo com um comunicado separado da mesma conta do WeChat.

Na quarta-feira, a Zona Econômica do Aeroporto de Zhengzhou, onde a fábrica da Foxconn está localizada, disse que adotará algumas medidas de flexibilização a partir de 1º de dezembro.

A Foxconn não respondeu imediatamente a um pedido de comentário se o relaxamento das regras será implementado ou se continuará com um sistema de circuito fechado.

(Por Brenda Goh)

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *